Arquivar agosto 2019

Tarso Genro; “ A disputa fundamental é se o Estado será máquina de apoio ao projeto liberal-rentista ou se vai alavancar um modelo de desenvolvimento e governança política democrática”

O Investimento em infraestrutura praticamente paralisado, dilapidação do patrimônio público, atraso recorrente no pagamento dos servidores, hospitais fechando ou diminuindo sua capacidade de atendimento pelo atraso no repasse de verbas para a saúde, segurança pública em colapso. A crise econômica é real e afeta cotidianamente a vida da população gaúcha. O Rio Grande do Sul

Ler mais

Mathias Seibel Luce: “ É preciso construir a necessária unidade da esquerda por um novo ciclo político no país que leve a uma alternativa de poder”

O último entrevistado da da série sobre industrialização e projeto para o Brasil é Mathias Seibel Luce, Professor da Escola de Serviço Social da UFRJ, autor de Teoria Marxista da Dependência: problemas e categorias (Editora Expressão Popular, 2a reimpressão) e integrante do Front. Hoje fala-se muito em economia de serviços e de um novo ciclo

Ler mais

Clemente Ganz Lúcio: “O mercado não articula estratégias de desenvolvimento, cabe ao Estado esta iniciativa”

O professor Clemente Ganz Lúcio, sociólogo e diretor técnico do Dieese é o terceiro entrevistado da série do Front sobre a desindustrialização e o papel da indústria em um projeto nacional. Hoje fala-se muito em economia de serviços e de um novo ciclo econômico baseado no uso do aprendizado de máquinas. Há ainda possibilidade histórica

Ler mais

Juliane Furno: “Não tem caminho para o desenvolvimento de uma nação, se abandonamos a indústria”

A segunda entrevistada da série sobre desindustrialização é a economista Juliane Furno, doutoranda em Desenvolvimento Econômico na Unicamp, formadora da CUT e militante do Levante Popular da Juventude. Hoje fala-se muito em economia de serviços e de um novo ciclo econômico baseado no uso do aprendizado de máquinas. Há ainda possibilidade histórica dentro do capitalismo

Ler mais

Marcio Pochmann: “ A saída dos nossos problemas passa pela recuperação do Estado desenvolvimentista”

O Brasil ocupa o posto de terceira maior retração industrial, segundo levantamento do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI), considerando dados de 30 países ao longo de 50 anos. Se na década de 1970, o setor industrial era responsável por 30% do PIB brasileiro, hoje ele é responsável por pouco mais de 10%,

Ler mais